,

Variedades | Variedades

Quinta-feira, 07 de Novembro de 2019

11 “Pequenos” erros da NASA que custaram uma fortuna

Todos nós erramos um dia, e isso é normal. Porém, existem erros que custam milhões de dólares. Por exemplo, quando se trata da NASA, que trabalha com coisas tão importantes, um pequeno erro pode se tornar algo desastroso. Veja abaixo pequenos erros da NASA que tiveram resultados catastróficos.

1 – Sem Cartão de Memória

Um astronauta descobriu, no espaço, que havia esquecido de colocar o cartão de memória em sua câmera de alta definição, que ele deveria usar para guardar os registros da expedição, perdendo assim a chance de registrar momentos preciosos no espaço. Que vacilo!

2 – Protótipo Helios

O Protótipo Helios, projetado para missões de retransmissão de telecomunicações, acabou caindo no Oceano Pacífico durante um teste de voo. O dispositivo estava funcionando bem e a falha foi em razão do clima. A previsão do tempo havia garantido que seria um dia tranquilo para fazer testes no exterior, mas definitivamente não era. Os ventos fortes e a falta de energia solar devido ao céu nublado fizeram com que, meia hora após decolar, o protótipo caísse no mar.

3 – NOAA-19

Este satélite meteorológico falhou em sua primeira tentativa de decolar. A segunda tentativa também deu errado. Ao procurar as causas, descobriu-se que o satélite havia sofrido uma perda significativa durante sua construção. Um trabalhador, no processo de consertá-lo, removeu 24 parafusos e esqueceu de avisar isso, deixando uma placa de satélite desprotegida. O reparo custou US $ 135 milhões para a NASA, mas, após uma terceira tentativa, o satélite, com todos os parafusos bem colocados, finalmente decolou.

4 – Apolo 13

Esse acontecimento tornou popular a frase “Houston, temos um problema”, e foi quando um dos tanques de oxigênio explodiu no espaço. A explosão deixou partes importantes da máquina desativadas, e os astronautas tiveram que sobreviver com pouca água, frio e o perigo de respirar dióxido de carbono. Após quatro dias de desespero, eles conseguiram retornar à Terra.

A explosão ocorreu em parte devido aos ajustes no sistema elétrico da nave, que geraram incompatibilidades com o aquecedor do tanque de oxigênio. Mas a razão mais impressionante foi que, durante sua fabricação, o tanque de oxigênio sofreu uma pequena queda de apenas 5 centímetros, que foi o suficiente para comprometer os componentes internos.

5 – Orbitador Climático de Marte

Essa sonda decolou em 1998, mas, já no espaço, começou a se desviar da rota planejada, ignorando as instruções do comando. Antes de descobrirem o que estava acontecendo, os especialistas pararam de receber sinais de satélite. Descobriu-se então que todo esse problema havia acontecido porque unidades de medida incorretas haviam sido usadas. O engenheiro responsável usou medidas inglesas (pés, polegadas, etc), quando deveria convertê-las em métricas.

 

6 – Teste de Redirecionamento de Duplo Asteroide (DART)

Esse satélite não passou nem um dia no espaço, pois, tendo sido projetado para demonstrar capacidade de navegação em uma nave sem tripulação, acabou colidindo com outro e abortando sua missão por conta própria, que não durou mais do que onze horas. Um experimento realmente desastroso..

7 – Erro encontrado por um adolescente

Um estudante de 17 anos descobriu um erro nos cálculos dos engenheiros da NASA enquanto fazia um projeto para a escola. O adolescente, chamado Miles Soloman, descobriu que os dados dos sensores de radiação da Estação Espacial Internacional estavam errados quando solicitou documentos da NASA para um projeto escolar. Que vergonha…

8 – Sonda espacial Genesis

A sonda Genesis cumpriu sua missão durante três anos, mas um projeto incorreto de um de seus sensores impediu a abertura do pára-quedas, o que causou um choque contra a Terra e contaminou as evidências coletadas durante todo o processo. 

9 – Skylab

Depois de cumprir sua missão, foi notado que o satélite estava prestes a cair na Terra. A princípio, especulou-se que cairia no hemisfério sul, mas acabou caindo quase desintegrado na Austrália. Não houve feridos ou muitos muitos estragos, mas a NASA foi forçada a pagar uma multa por contaminar o planeta devido aos resíduos deixados pelo ocorrido.

10 – Registros de chegada à Lua

A NASA removeu o vídeo da chegada à Lua em 1969. Isso aconteceu porque, como as fitas de gravação eram caras naquela época, foram feitas tentativas de reciclar algumas antigas, incluindo a que continha o registro da primeira vez que o homem pisou na Lua.

11 – Orbiting Carbon Observatory

O Orbiting Carbon Observatory foi um satélite que nem saiu da atmosfera do nosso planeta e durou apenas 17 minutos no ar. Isso ocorreu porque, durante a decolagem, não se separou da carenagem, uma estrutura que protege a nave no momento da decolagem, o que levou ao seu peso, impossibilitando sua subida. Ao procurar as razões para tal erro, descobriram que era devido à compra de materiais defeituosos. Tem coisas que não dá pra economizar, dona NASA.

Tudo Interessante 

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário