,

Esportes | Cascavel

Quinta-feira, 03 de Janeiro de 2019

Dívida antiga pode tirar CCR da disputa do Campeonato Paranaense

Além disso, o técnico Allan Aal deixou o clube, ele vai atuar no Nacional de São Paulo

A decisão judicial pegou a diretoria e jogadores do Cascavel Clube Recreativo de surpresa. O documento é da 3ª Vara Cível de Cascavel, que pede um bloqueio de 163 mil reais nas contas do clube. A dívida seria de 2009. A gestão da época alugou alguns imóveis próximo do Estádio Olímpico Regional, mas não pagou os R$ 23.000 cobrados a época. Um assessor jurídico foi contratado pelo CCR para analisar o caso, ele ainda não sabe o que aconteceu para que a dívida aumentasse em 600% em 10 anos, mas acredita que houve falhas em gestões passadas.

Com o bloqueio, o primeiro valor que entraria na conta bancária do CCR seria o pagamento da primeira parcela dos direitos de imagem paga pela detentora do campeonato de 170 mil reais. Segundo o presidente do Cascavel CR sem esse dinheiro é inviável começar o campeonato paranaense e caso uma solução não seja encontrada o clube está disposto a abandonar o Estadual.

O assessor vai entrar com um pedido de reconsideração judicial na próxima segunda-feira, na Vara cível de Cascavel, dia em que o Fórum Estadual retorna do recesso forense, para evitar que o valor seja retido sem que a diretoria atual tenha tempo hábil para efetivar o pagamento.

O Cascavel Clube Recreativo garante que está disposto a pagar a dívida herdade de gestões passadas, mas que precisa de um tempo para tomar uma atitude já que a informação chegou há 10 dias, faltando agora 19 dias para a estreia no campeonato paranaense.

Assim que foi informado da ação judicial, o técnico Allan Aal resolveu aceitar uma proposta do Nacional de São Paulo e deixou o clube antes do início do campeonato. O mesmo já tinha acontecido com o técnico Marcelo Caranhato. Os jogadores permanecem no grupo, mas cobram uma resposta da diretoria. O tricolor estreia no Paranaense dia 19 contra o Athletico-PR na Arena da Baixada.

Catve.com

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário