,

Notícias da Região | Cascavel

Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2022

Laudo preliminar diz que Capitu teve traumatismo craniano

Veja os detalhes do laudo preliminar anexado ao processo

O laudo preliminar de necropsia anexado ao processo aponta a causa morte de Capitu, o Spitz que morreu na segunda-feira (10) em Cascavel.

O patologista escreveu que a cachorrinha tinha hemorragia intracraniana severa por traumatismo "verificou-se no corpo do animal Capitu a inexistência de alteração no coração, e de outro ponto a existência de hematomas em diversas regiões, hemorragia subcutânea na extensão torácica, além de informar que: "Na abertura do crânio, foi observado que os vasos do encéfalo estavam intensamente calibrosos e ingurgitados e o parênquima cerebral exibia áreas hemorrágicas multifocais. Ao retirar o encéfalo, observou-se grande quantidade de conteúdo sanguinolento particularmente na cavidade craniana direita."

O laudo informa ainda que foram observadas as seguintes alterações necroscópicas:

1. Hemorragia intracraniana.

2. Contusões multifocais.

3. Congestão e edema pulmonar.

Por fim, o laudo aponta como diagnóstico de "hemorragia intracraniana severa por traumatismo cranioencefálico".

O laudo foi pedido pela Ong que tem a guarda provisória do outro cachorro, Bento.

CATVE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário