,

Notícias da Região | Assis Chateaubriand

Quarta-feira, 11 de Julho de 2018

Polícia Civil conclui inquérito sobre morte de secretário de Assis Chateaubriand

Gilvane Banzanella Lulu foi indiciado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio

A Polícia Civil de Assis Chateaubriand concluiu o inquérito sobre a morte do secretário de Esportes do município, Elder Franzoi Coutinho, de 29 anos. Ele morreu na última quinta-feira (5) ao ser atropelado por uma caminhonete no momento em que chegava ao trabalho, no ginásio Tancredo Neves.

De acordo com o delegado Tiago da Silva Teixeira, o motorista da caminhonete, Gilvane Banzanella Lulu, de 34 anos, foi indiciado por homicídio qualificado contra Elder e tentativa de homicídio contra uma das crianças que também foi atingida pelo veículo.

Outras duas crianças também foram atropeladas, mas as famílias optaram por não representarem contra o suspeito. 

A motivação do crime foi por ciúmes, segundo a Polícia Civil. Em depoimento, a mulher de Gilvane confirmou que teve um relacionamento extraconjugal com o secretário. O homem descobriu a traição após ver mensagens no celular da mulher, trocadas por uma rede social com Elder.

Gilvane foi preso em flagrante no dia do crime. Posteriormente, a Justiça converteu o flagrante em prisão preventiva. Inicialmente, ele alegou ter perdido o controle da direção e causado o acidente. No entanto, durante depoimento, ele permaneceu calado e não apresentou esta versão.

Redação Catve.com

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário