,

Variedades | Você sabia?

Segunda-feira, 05 de Novembro de 2018

Por que pessoas brancas costumam ser chamadas de caucasianas?

Mega Curioso

Se você segue a linha de pensamento de que todos os seres humanos são iguais, provavelmente não iria gostar de debater com Johann Friedrich Blumenbach, antropólogo alemão que viveu entre 1752 e 1840 e propôs uma divisão baseada em “raças”. Para ele, existem cinco tipos de pessoas: os caucasianos, os mongóis, os etíopes, os americanos e os malaios. Embora o cientista não tenha se baseado unicamente na cor dos indivíduos, muitos consideram essa classificação racista e ultrapassada.

Em seus escritos históricos, o alemão explica que uma ou duas características de um ser humano, sozinhas, não são suficientes para categorizá-los em um grupo — é necessário analisar várias. Na descrição de Blumenbach, caucasianos possuem “cor branca, bochechas rosadas, cabelos castanhos, rostos ovais retos, testas listas, narizes estreitos e bocas pequenas”. O cientistas ainda detalha características como dentes e queixos.

O nome “caucasiano” vem da Cordilheira do Cáucaso, região perto da Geórgia (entre o mar Negro e o mar Cáspio), onde se encontrariam os melhores exemplares desse arquétipo. O alemão também acreditava que os primeiros caucasianos surgiram justamente nesse lugar; logo, nada mais natural do que batizá-los com o título do local. Apesar disso, hoje em dia, o mais correto é chamar de caucasiano apenas os cidadãos nascidos nessa localidade.
Embora Blumenbach despreze a cor da pele como um fator determinante para a classificação de “raças”, o termo caucasiano acabou virando um sinônimo para pessoas brancas. A título de curiosidade, para o antropólogo, os asiáticos eram os mongóis e os africanos, etíopes. Obviamente, hoje em dia essa visão já não é mais aceita (visto que se tornou a base para vários movimentos racistas) e foi substituída por etnias. 

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário