,

Notícias da Região | Palotina

Quinta-feira, 07 de Novembro de 2019

Pré-sal: PR deixa de ganhar R$ 632 milhões e Palotina R$ 1,2 milhões

CATVE por Laís Laíny com Correio do Ar

A frustração de arrecadação do mega leilão do pré-sal, que fracassou em dois dos quatro lotes leiloados, também representa um repasse menor aos estados e Municípios.

E o impacto no Paraná e também na região oeste será grande. Cascavel receberia R$ 8,4 milhões mas o valor caiu para R$ 4,1 milhões, segundo a CNM (Confederação Nacional dos Municípios).

Palotina receberia R$ 2,5 milhões, porém o valor caiu para R$ 1,2 milhões.

O Paraná vai deixar de arrecadar R$ 632 milhões, entre o que seria repassado ao governo dos Estados e aos Municípios. Somando os dois repasses, entrariam nos cofres do Estado R$ 1,2 bilhão mas com a frustração no certame, os valores ficaram R$ 601 milhões.

A expectativa inicial era que os lucros com o leilão seria de R$ 106 bilhões mas, na prática, não passaram de R$ 69 bilhões.

O governo do Paraná tinha a previsão de receber R$ 494,4 milhões e a as prefeituras teriam R$ 739 milhões para dividirem entre si, conforme as regras do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Agora, serão R$ 243,2 milhões para o governo do Estado e R$ 358,7 milhões para os Municípios.


Nova divisão dos lucros do pré-sal

Paraná
Antes: R$ 494,4 milhões
Agora: R$ R$ 243,2 milhões

Municípios
Antes: R$ 739 milhões
Agora: R$ 358,7 milhões

Curitiba: De R$ 33,6 milhões para R$ 16,3 milhões
Cascavel e Foz do Iguaçu: De R$ 8,4 milhões para R$ 4,1 milhões
Toledo: De R$ 5,9 milhões para R$ 2,8 milhões
Santa Tereza do Oeste: De R$ 1,2 milhão para R$ 642 mil
Lindoeste: De R$ 993 mil para R$ 482 mil

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário