,

Notícias da Região | Paraná

Terça-feira, 11 de Junho de 2019

Prova para avaliar qualidade de ensino no Paraná é aplicada com erros

A avaliação é para identificar as dificuldades dos estudantes

46.906 alunos de 93 Colégios Estaduais do Núcleo Regional de Educação de Cascavel fazem hoje (11) a Prova Paraná. Essa é uma avaliação para identificar as dificuldades dos estudantes e direcionar as estratégias para melhorar a aprendizagem. A prova tem 40 questões, 20 de Português e 20 de Matemática.

Nesta edição houve um problema na revisão das provas diagramadas pelas equipes da Secretaria Estadual de Educação e impressas pela gráfica do Governo. A secretaria avaliou a possibilidade de reimprimir os mais de 1 milhão de cadernos de provas, mas além do gasto extra, superior a 530 mil reais, o tempo de distribuição também inviabilizou a reimpressão.

No Colégio Eleodoro Ébano Pereira, por exemplo, cerca de 1500 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e também do Ensino Médio realizam a avaliação. E são vários erros na prova que deveria avaliar a aprendizagem dos alunos. Mas, de acordo com a Diretora, só não foram identificados erros nas provas de português do 8º ano e nas de matemática do 6º ano. 

Nas questões de Português por exemplo, um texto que deveria ter determinada frase ou palavra em uma linha específica, por conta da impressão, teve alteração. Já nas questões de matemática, houve erros de números e letras nos gráficos e alternativas. A Secretaria de Estado de Educação emitiu erratas para que os professores orientassem os alunos na hora da prova. Nas lousas, as correções e aos alunos, atenção redobrada. 

O Estado também aplica hoje nas Escolas Municipais a avaliação de fluência. Uma prova de leitura para alunos do 2º e 5º ano. 
Esta é a 2ª edição da Prova Paraná. A primeira foi em março e a terceira e última deste ano será realizada em setembro.

Redação Catve.com

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário