,

Nacional | Economia

Sexta-feira, 19 de Novembro de 2021

Reajuste do salário mínimo regional do Paraná para 2022 vai recompor índice da inflação, diz secretário

Segundo o secretário estadual Ney Leprevost, recomposição deve seguir o INPC de 2021. Proposta precisa ser enviada para Alep e aprovada pelos deputados estaduais.

O salário mínimo regional do Paraná para 2022 será reajustado pelo índice da inflação, segundo o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), Ney Leprevost.

O secretário disse, em uma postagem feita nas redes sociais nesta segunda-feira (15), que a recomposição do valor vai se basear no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o índice para os últimos 12 meses está em 10,67%.

"As perdas que o trabalhador tem com o aumento da cesta básica, da gasolina e dos combustíveis serão repostas", afirmou Leprevost.

Em 2021, o reajuste regional ficou 0,55% acima do INPC. Com isso, o mínimo do Paraná se manteve como o maior do país.

Atualmente, o Paraná tem quatro níveis diferentes de piso regional. Os valores em 2021 são:

Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca: R$ 1.467,40;
Trabalhadores de serviços administrativos, serviços gerais, de reparação e manutenção, empregados domésticos e vendedores do comércio em lojas e mercados: R$ 1.524,60;
Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais: R$ 1.577,40;
Técnicos de nível médio: R$ 1.696,20.

Os valores não valem para os trabalhadores que têm piso salarial definido por lei federal, acordo coletivo e convenção ou servidores públicos.

Trâmite

Com a aplicação do índice da inflação, as faixas de remuneração devem ficar, aproximadamente, entre R$ 1.600, para a menor faixa, e R$ 1.870, para a maior.

Para que a recomposição neste valor seja efetivada, é preciso que a proposta seja apresentada pelo Conselho Estadual do Trabalho, formado por representantes do governo estadual, sindicatos e empregadores, enviada e aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e sancionada pelo governador.

G1 PR

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário