,

Notícias da Região | Marechal Candido Rondon

Quarta-feira, 15 de Maio de 2019

Vereador Nilson Hachmann é preso em operação do Gaeco

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) prendeu na manhã desta quarta-feira (15), o vereador Nilson Hachmann, o filho dele e outras três pessoas em Marechal Cândido Rondon - Oeste do Paraná, por crimes de fraudes em licitações e desvio de recursos públicos.

A equipe de Curitiba está no Oeste do Estado após investigar irregularidades por mais de um ano contratos licitatórios da Prefeitura de Marechal.

De acordo com o Ministério Público, políticos e empresários participavam de organização criminosa, que fraudava procedimento licitatório relacionado a obras públicas.

Ao todo foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão preventiva - todos os alvos estão detidos.

A investigação apontou que as empresas envolvidas no esquema são de propriedade do vereador.

Na Prefeitura, nas empresas e também na Câmara de Vereadores foram recolhidos documentos que serão enviados para perícia.

Pelo menos 10 militares do BPFron (Batalhão de Polícia da Fronteira) prestaram apoio nos cumprimentos de mandados.

Os presos serão ouvidos e ficarão à disposição da Justiça.

A Prefeitura e a Câmara Municipal não vão se pronunciar sobre o caso, pelo menos por enquanto, visto que a operação não envolve os espaços públicos e sim o parlamentar e suas atitudes externas.

Nelson Hachmann enfrenta um processo disciplinar por quebra de decoro parlamentar e é investigado em uma CPI, ambas relacionadas às denúncias da utilização de empresas fantasmas para participar das licitações da Prefeitura.

CATVE

 

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário